A Chaconne para violino solo BWV 1004 de J.S. Bach: as poéticas da persuasão

Dublin Core

Título

A Chaconne para violino solo BWV 1004 de J.S. Bach: as poéticas da persuasão

Autor

Victor Melo Vale

Descrição

Este trabalho consiste em um estudo sobre a Chaconne da Partita II para violino solo BWV 1004, de J.S.Bach. Contém uma reflexão sobre o papel da retórica e de conceitos sobre afetos na música barroca. Essa reflexão é fundamentada em obras de Aristóteles, Deleuze e Guattari. Baseada nessa reflexão, é realizada uma análise musical da Chaconne de J.S. Bach. A análise revelou que um traço relevante dessa obra é a presença de elementos opostos, antitéticos, o que é uma das características da estética musical barroca. Isso foi observado na forma como são empregados os modos (menor e maior), as texturas (densas e rarefeitas), as sensações de movimento (de alta e baixa energia cinética), os contextos melódicos (dissonantes e consonantes) e, particularmente, os afetos (dor-alegria; cólera-calma). Outros aspectos revelados na análise musical são ocorrências de recursos de chiaroscuro e elementos musicais que causam a sensação de tempo-eternidade

Assunto

Bach, Johann Sebastian, 1685-1750. Chaconne para violino solo BWV 1004.; Musica Teses.; Música Barroca Análise, apreciação e interpretação

Editor

UFMG

Hyperlink Item Type Metadata

Coleção

Citação

Victor Melo Vale, “A Chaconne para violino solo BWV 1004 de J.S. Bach: as poéticas da persuasão,” Biblioteca | Violino Vermelho, acesso em 22 de julho de 2018, http://biblioteca.violinovermelho.com.br/items/show/16.

Social Bookmarking